No “Dia Mundial da Limpeza” na Orla do Porto é retirado 15 toneladas de lixo das margens do Rio Cuiabá

No total, mais de mil pessoas participaram da ação de limpeza ocorrida neste sábado (15)

Uma data que ficará marcada na história de Cuiabá como um despertar para um novo rumo na questão do tratamento dado aos resíduos sólidos produzidos. Assim pode ser definido o Dia Mundial da Limpeza, que ocorreu neste sábado (15) na Orla do Porto. Em uma soma de esforços, entre poder público e voluntários dos mais diferentes segmentos da sociedade, cerca de mil pessoas dedicaram algumas horas do fim de semana para a retirada de aproximadamente 15 toneladas de lixo das margens do Rio Cuiabá. 

Participando pela primeira vez dessa que é considerada a maior ação simultânea de limpeza do planeta, Cuiabá uniu-se a 150 países e tornou-se um exemplo para que outras 400 cidades brasileiras também se sentissem encorajadas em aderir ao movimento. Dentro desse contexto, a Prefeitura de Cuiabá teve o importante papel de prestar todo apoio institucional cabível ao poder público, diante de atividades que resultem na construção de uma cidade sustentavelmente desenvolvida. 

Foto: Luiz Alves

A ideia de fazer parte do Dia Mundial da Limpeza partiu do grupo de educação ambiental Teoria Verde, que encontrou no Executivo municipal toda disposição necessária para ajudar a difundir o evento. Seguindo a determinação do prefeito Emanuel Pinheiro, as secretarias de Inovação e Comunicação e Extraordinária dos 300 Anos se uniram na fundamental missão de propagar a ação por toda a cidade. Além disso, a pasta de Serviços Urbanos também deu sua contribuição, com a disponibilização de funcionários e maquinários, responsáveis por dar a destinação correta ao material coletado.

Limpeza e desenvolvimento sustentável são conceitos que, desde o início da gestão, estamos buscando implantar em Cuiabá. Estipulamos que uma das nossas metas na administração seria colocar nossa Capital entre as cidades referências nesses campos. Assim sendo, toda ação que venha para somar com isso sempre terá o apoio da Prefeitura. Temos trabalhado para fortalecer nossos serviços diários de limpeza e, a partir de parcerias como esta, vamos continuar evoluindo nesse quesito, que é indispensável para a qualidade de vida do cuiabano”, comentou o prefeito Emanuel Pinheiro. 

Para o diretor do Teoria Verde e coordenador nacional do evento, Jean Pelicari, o ponto mais significativo deste sábado foi ter conseguido alcançar o objetivo principal de chamar a atenção da sociedade para a importância de dar a destinação correta ao resíduos. De acordo com ele, é imprescindível que todos tenham a consciência de que manter a cidade limpa deve ser um trabalho contínuo, feito com base na união de esforços entre o poder público, segmentos da sociedade civil organizada e a própria população.

Esse tripé é que faz com que a gestão do lixo no município seja eficaz. Não adianta, por exemplo, a Prefeitura sair limpando a cidade, se o cidadão não fizer sua parte. Infelizmente, sabemos que essa situação não será resolvida com uma ação de limpeza, pois o problema começa na geração desses resíduos. Por isso, esse deve ser um trabalho constante, sensibilizando o cidadão e, principalmente, as crianças. O ‘Dia Mundial da Limpeza” é um movimento que está despertando esse conceito de pensar em soluções para o lixo produzido e Cuiabá conseguiu servir de inspiração para a adesão de centenas de cidades”, argumentou o Jean. 

Foto: Luiz Alves

Segundo o secretário municipal de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa, o evento apresentou um contraste de sentimentos. Para ele, ao mesmo tempo em que deve-se comemorar o grande número de voluntários, também é necessário fazer uma profunda reflexão sobre a quantidade de lixo recolhida.

Todos que se disponibilizaram para acordar cedo e participar desse evento estão de parabéns. Vimos aqui crianças, jovens e idosos unidos em prol do nosso meio ambiente. Todavia, infelizmente, nem todos têm essa consciência e é exatamente esse o apelo que deixamos. Que o cidadão entenda que, ao não dar o destino correto ao seu lixo, o maior prejudicado está sendo ele próprio”, salientou. 

O diretor de Resíduos Sólidos, Anderson Matos, destacou que a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos está potencializando seus mecanismos, para que o descarte irregular de lixo seja cada dia menor.

A Prefeitura está desenvolvendo uma série de ações, visando evitar que alguns cidadãos continuem tendo essa atitude. Temos o ‘Mutirão da Limpeza’, o ‘Cata-treco’, o trabalho de educação ambiental, além do fortalecimento na coleta domiciliar. Acreditamos que a união de todas essas ferramentas nos ajudará a transformar a Cuiabá dos 300 anos em um cidade melhor”, pontuou.