Obra da Upa do Cristo Rei cumpre cronograma e vai reforçar rede de urgência e emergência

Nova Upa do Cristo Rei estão sendo investidos cerca de R$ 2,6 milhões

No município de Várzea Grande, a implantação de Unidades de Pronto Atendimento 24h (UPA) é o fio condutor da política de saúde e modelo para estruturação da rede de urgência e emergência, sendo o objetivo reforçar a capacidade de atendimentos de urgência e emergência na cidade.

Várzea Grande na atual gestão entregou para a população a Upa do Ipase, e agora em fase final de construção a Upa do Cristo Rei, cujas obras estão aproximadamente com 54% de sua edificação finalizada.

O secretário municipal de Saúde, Diógenes Marcondes com sua equipe técnica vistoriaram o canteiro de obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Cristo Rei. A população coberta pela unidade será de cerca de 50 a 100 mil habitantes. A UPA terá capacidade de 200 atendimentos/dia, além da instalação de 7 leitos de observação e 2 de urgência. A unidade terá papel estratégico para desafogar a demanda que hoje se concentra no Hospital e Pronto Socorro e na Upa do Ipase.

É um novo equipamento de Saúde Pública que vai qualificar sobremaneira o atendimento em urgência e emergência no nosso município. O local em que está sendo construída possibilitará que essa unidade se torne referência para toda Região do Grande Cristo Rei , área mais populosa e que vem numa crescente no setor do comércio. A nova unidade de Saúde é de Porte I, cujos investimentos são da ordem de R$ 2,6 milhões recursos provenientes do Tesouro Nacional, Ministério da Saúde“, explicou Diógenes Marcondes.

Diógenes disse ainda que as obras obedecem o cronograma estabelecido pela Secretaria Municipal de Saúde.

O monitoramento é fator fundamental para uma obra deste porte que, quando entregue, vai contribuir no ‘desafogamento’ do atendimento hospitalar do nosso município, agora centralizados nas portas de entrada de urgência e emergência. No local já estão sendo executadas as estruturas do sistema de tratamento de esgoto, parte hidráulica, tubulações de elétrica, telefonia, sistema de combate a incêndio e a finalização dos espaços reservados aos resíduos sólidos e tubulações de ar comprimido. Enfim são os detalhes do acabamento da obra“, exemplificou o secretário.

O secretário de Saúde explica ainda que a UPA do Cristo rei vai funcionar 24 horas por dia, sete dias por semana e vai poder resolver grande parte das urgências e emergências, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame, exames laboratoriais em geral, raio-X, eletrocardiograma.

Com toda essa estrutura vai ajudar a diminuir as filas no Pronto Socorro. A UPA inova ao oferecer estrutura simplificada, com estes exames de alta precisão e ainda colocando a disposição, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação. As Upas solucionam 97% dos casos nas próprias unidades. Quando o usuário chega às unidades, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar a um hospital ou mantê-lo em observação por 24 horas. Esse é o diferencial da nossa política de saúde, dar maior atenção ao problema de saúde do usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) e ser resolutivo nos atendimentos“, finalizou ó secretário Municipal de Saúde, Diógenes Marcondes.