Sinop está sem técnico e sem presidente em meio a grande campanha na Série D

O anuncio oficial do afastamento do ex-presidente do Sinop Futebol Clube, Dilceu Dal´Bosco, foi feito em entrevista coletiva, nesta terça-feira (08) no escritório do Clube.

Ao lado de Leandro Domingues, tesoureiro que também deixa a função, o momento foi de explicação, já que a torcida foi pega de surpresa no final de semana, com a saída da comissão técnica, Paulo Foiani e Dante Luís, após a vitória contra a Aparecidense em Goiás.

Dal´Bosco justificou problemas de saúde para deixar o cargo que ocupa desde junho do ano passado.

Estou realizando procedimentos médicos, eles estão sendo feitos com mais frequência nos últimos meses, o que me leva a me afastar da presidência, porém continuarei com o grupo que se elegeu para comandar o Galo em duas temporadas”, disse Dilceu que enfrenta um câncer na próstata.

O ex-tesoureiro Leandro Domingues, justificou a sua saída por questão profissional, já que estará envolvido diretamente num projeto da empresa que administra no ramo do agronegócio.

Dal´Bosco reforçou que o Galo do Norte é uma paixão dos sinopenses, é o patrimônio da cidade e da sociedade que demostra isso, lotando o Estádio Gigantão do Norte em jogos do Sinop.

Num balanço rápido dos mais de 10 meses a frente do clube, ele justificou que nunca renunciou a nada, em qualquer atividade que assumiu, mas que foi forçado a isso por problema de saúde.

Citou o legado no planejamento e organização de uma gestão mais empresarial, em sistema administrativo informatizado, onde o financeiro tem todos os dados e cronogramas de despesas e receitas, a implantação de programas para captação de recursos, entre eles o “Galo da Sorte” e a “FeijoGalo”, que está no calendário do município, sendo realizado em outubro.

Fez questão lembrar que o plano de Transparência mostrou ao conselho fiscal, toda a movimentação financeira neste período de mandato e concluiu agradecendo os colaboradores, imprensa e foi enfático em dizer que não existe crise no Sinop.

O que, segundo ele, está acontecendo em meio a grande campanha na Série D, onde o time é líder com 7 pontos, está invicto e sem levar gols na competição, e há 3 pontos de se classificar, é uma alternância de funções.

O time está em estado de graça com a torcida. O nosso grupo segue tocando o Sinop. Estaremos juntos, porém não dedicados como vinha sendo, com dedicação quase que exclusiva ao clube”, finalizou.

O vice-presidente, Luís Felipe Di Domenico, o “Felipão” que não esteve na entrevista devido a compromissos profissionais, assume o cargo, o diretor financeiro será o secretário adjunto Leonardo Perim.

A nova diretoria esta tratando da contratação do novo treinador do Galo do Norte.

O treinador do Galo, Paulo Foiani, comunicou ao grupo de jogadores e a comissão técnica, que estaria se desligando do Clube, e o anuncio foi feito logo após a vitória do Galo do Norte sobre o Aparecidense de Goiás por 1 x 0.

Paulo Foiani recebeu uma proposta para treinar o Futebol Clube Cascavel do Paraná. Com ele foi o preparador físico Dante Luís. Foiani foi Campeão da segundona com o time de Cascavel em 2014, e disputou a série A do Paranaense em 2015.

O ex-treinador do Sinop já havia comunicado a direção do clube que estaria cumprindo este jogo contra o Aparecidense-GO, agradeceu a todos, em especial os atletas, colaboradores do clube e a torcida e disse que um dia ainda pretende voltar a treinar o Galo.