Taques tece duras criticas na possível candidatura do “Homem de Ferro”

O governador José Pedro Taques (PSDB) abriu sua caixa de ferramentas e deferiu vários golpes contra a armadura do Homem de Ferro, o empresário Mauro Mendes Ferreira do Partido Democrata (DEM), afirmando que para ser candidato, não pode ficar com “medinho”, tem que ter coragem para enfrentar uma candidatura ao Governo do Estado.

Taques ainda relatou os momentos de parceria envolvendo a vida pública de Mauro Mendes com ele. “A gestão dele estava mal das pernas, só no terceiro ano, junto com a nossa administração, que as obras do Hospital São Benedito e a do novo Pronto Socorro de Cuiabá foram acontecer”, relembrou Taques.

Taques ainda disse que a empresa do ex-prefeito de Cuiabá está quebrada, em recuperação judicial, “ele não pode nem escolher quem paga, ele (Mauro Mendes) é incompetente ou foi a crise?”, questionou o governador que ainda colocou em pauta: como pode o empresário está em recuperação judicial e a Pessoa Física ser milionária?

Mauro Mendes foi meu companheiros nas disputas eleitorais de 2010 e 2012, em 2014 não apareceu no meu programa eleitoral porque estava mal das pernas em Cuiabá. Em 2014 ele traiu Jayme Campos e pediu voto para o senador Wellington Fagundes, Silval Barbosa foi coordenador da campanha do Mauro Mendes em 2008 e em 2010 ele enfrentou Silval”, relatou José Pedro Taques.

As declarações do governador José Pedro Taques mostraram que não existe nenhum tipo de aceitação quanto a possível candidatura do Homem de Ferro, na disputa pelo Palácio Paiaguás. Existem boatos no Estado que, desde quando Taques ficou sabendo da viabilidade eleitoral de Mendes, que até a sua pressão disparou, ocasionando em uma visita médica para conter os seus ânimos.

Pesquisa pública já comprovou que o povo não quer saber de uma eleição feita a base troca de acusações, denúncias, farpas, agressões e insultos, o povo quer ver projetos, propostas e comprovação de serviços prestados para população.

Que a comunicação do governador José Pedro Taques vem cometendo um erro após o outro, isso é notório desde o princípio, resta saber quem provoca tantos tropeços, se são os profissionais que passam orientação que não condiz com o atual cenário, ou se é o próprio governador José Pedro Taques que não ouve e continua persistindo no erro. Independente de quem seja o culpado das trapalhadas, se a forma de comunicação não mudar, o projeto de reeleição de Taques vai afundar ainda mais.