Brasil atinge a marca de R$ 1.500 trilhões arrecadados em impostos

O Impostômetro da Fecomércio-MT marcou que do início do ano, até nesta segunda-feira (12), Mato Grosso recolheu R$ 20.535 bilhões, no Brasil o número é de R$ 1.5 trilhões, esse valor aplicado na poupança renderia de juros R$ 201.596 por minuto, para transportar esse dinheiro em notas de R$ 100 seriam necessários 494 containers de 20 pés.

Dados do Impostômetro apontam que entre os dias 01 à 09 de agosto os mato-grossenses pagaram cerca de R$ 77.147 milhões em tributos, em Cuiabá o montante é de R$ 18.048 milhões.

Os dados apresentados no impostômetro têm como fonte a Receita Federal do Brasil, Secretaria do Tesouro Nacional, Caixa Econômica Federal, Tribunal de Contas da União, e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As receitas dos estados e do Distrito Federal são apuradas com base nos dados do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), das Secretarias Estaduais de Fazenda, Tribunais de Contas dos Estados e Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda.

As arrecadações municipais são obtidas através dos dados da Secretaria do Tesouro Nacional, dos municípios que divulgam seus números em atenção à Lei de Responsabilidade Fiscal, dos Tribunais de Contas dos Estados.