Carlos Avallone: “Partido que não lança candidato se apequena”

O PSDB tem história em Cuiabá, sempre foi protagonista e fez quatro boas gestões na prefeitura da Capital, com Roberto França e Wilson Santos, e certamente terá candidato próprio em 2020”.

O PSDB não pode abrir mão de ter uma candidatura própria na capital, assim como em outras regiões. A definição de candidaturas municipais será pelo diretório estadual”, explicou ainda o tucano e vice-presidente do presidente do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) Carlos Avallone Junior.

O vice-presidente tucano aponta como nomes mais fortes, até o momento, é do empresário Luís Carlos Nigro.

A afirmação foi feita durante entrevista a um programa de TV, pelo tucano e vice-presidente do partido em Mato Grosso, deputado estadual Carlos Avallone Junior. A partir de fevereiro ele assumirá o comando da sigla no estado e coordenará os trabalhos para as eleições municipais.

Eu estou trabalhando muito para consolidar a candidatura própria, que é natural e fundamental para um partido que passa por uma ampla estruturação. Esta é inclusive a orientação da Executiva nacional, reforçada pela tradição de que sempre disputamos na Capital e não há motivo para não termos candidato agora. Partido que não lança candidato se apequena, dizia o saudoso Dante de Oliveira, que como governador foi um grande prefeito para Cuiabá. E hoje temos nomes de qualidade, como o empresário Luis Carlos Nigro, que representa o novo na política, tem capacidade técnica e experiência de gestão no setor público e privado, e se relaciona bem com todos os segmentos sociais”, defendeu Avallone.

O deputado assegura que Nigro está animado e disposto a enfrentar este novo desafio, depois de uma excelente gestão na Secretaria Estadual de Turismo, e de décadas de atuação competente no setor privado. O deputado destaca no entanto que a discussão interna é saudável para o fortalecimento do partido e continuará sendo feita até julho ou agosto, culminando com a convenção partidária que dará início ao processo eleitoral.

Vamos continuar o trabalho de convencimento da família do Nigro, que a princípio não endossa esta possibilidade, e dos vereadores que legitimamente podem ter entendimentos diferentes. No decorrer do processo podem surgir outros nomes para representar o partido na disputa. Vamos trabalhar também o apoio de outras siglas neste processo que objetiva o melhor para a Capital. Mas o importante é que o PSDB tenha candidatura própria. Isso é fundamental inclusive para a eleição de uma boa bancada na Câmara”, afirmou.