Comércio Popular espera alta de 10% na Black Friday

A semana que contempla a Black Friday pretende movimentar ainda mais as ruas de comércio popular e Shoppings de Cuiabá. Celebrada nesta sexta-feira (29), a data deve alcançar o maior faturamento em uma década no Brasil.

A estimativa é de que o volume de vendas aumente 10,5% em comparação com o mesmo período de 2018, movimentando R$ 3,67 bilhões, revelou um estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Nessa perspectiva, os dados apontam crescimento real de vendas de 6,8% em relação ao ano passado. Incorporada ao calendário nacional do varejo desde 2010, a Black Friday já é considerada a quinta data mais importante do ano. Em Mato Grosso, esse quadro não é diferente. É o que espera o presidente do Shopping Popular em Cuiabá, Sivaldo Oliveira.

A Black Friday foi muito bem recebida pelos mato-grossenses. Tanto que projetamos um incremento em torno de 10% no faturamento. Logo, preparamos uma semana inteira de promoções, a Black Week, em que o público poderá conferir itens que vão desde bolsas, camisetas personalizadas, roupas de praia, caixinhas de som, celulares, capas para celular, lanternas de LED até faróis de bicicleta com buzina e muitos outros acessórios. Até a gastronomia marcará presença“.

No estabelecimento, a Black Week segue até o dia 30 de novembro com promoções que variam de 10-30% e contará com mais de 30 lojas participantes.

Para identificá-las, é só ficar atento aos balões pretos que estarão decorando a fachada. Nem todos os produtos de cada loja estarão com ofertas, então vale conferir os itens da Black Week diretamente com o vendedor. Inclusive, algumas lojas estarão com promoções para o atacado“, explica Sivaldo.

O presidente do Shopping Popular ressalta que, na sexta-feira (29), data oficial da Black Friday, o público terá descontos diferenciados.

Em determinados horários do dia serão reveladas ofertas relâmpago por meio das redes sociais. Esses descontos irão valer pelo período de uma hora. Ou seja, é preciso ficar atento e não perder tempo. Quem sabe, aproveitar o 13º salário e já adiantar o presente de Natal“, sinaliza.