“Curtinhas e Apimentadas”

Deu na Revista CrusuÉ

A Revista CrusÉ no ultimo dia 23, publicou uma matéria de que há uma disputa nos bastidores do Governo Federal pela presidência da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), órgão vinculado ao Ministério da Agricultura.

O ex-secretário da Casa Civil do Distrito Federal, Eumar Novack tenta angariar apoios de parlamentares da bancada ruralista que cultivam boa relação com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, ou simplesmente Tereza Cristina, com o apoio do deputado federal Neri Geller, do Partido Progressista (PP) do Estado de Mato Grosso, e também do ex-deputado federal, Nilson Leitão, consultor especial da Presidência da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil.

Eumar Novack tem uma boa amizade com o federal Neri Geller, que também emplacou a sogra Vera Maria Dal Sotto como secretaria de parlamentar em seu gabinete. Dal Sotto esta nomeada, mas não costuma aparecer para trabalhar, conforme dizem os próprios funcionários que batem ponto no local.

Outro problema é que Eumar Novacki foi quem indicou o atual presidente da Embrapa, Sebastião Barbosa, cuja gestão foi questionada pelo próprio presidente da Republica Jair Messias Bolsonaro. (Com informações da Revista CrusuÉ)

MPE pede a condenação de dois ex-presidentes do Detran

A ação do Ministério Publico Estadual contra o médico Rodrigo Barbosa, filho do ex-governador Silval Barbosa, e mais quatro pessoas, por suspeita propina em um contrato da empresa Sal Locadora com órgãos do Estado, pede a condenação de dois ex-presidentes do Detran.

Conforme o Ministério Publico Estadual, tanto Teodoro Moreira Lopes, o “Dóia”, quanto Giancarlo da Silva Castrillon devem ser responsabilizados pelo superfaturamento de um contrato do Detran com a Sal, que faz locação de carros. O superfaturamento, segundo o MPE, possibilitou o pagamento de propina ao filho de Silval e ao ex-secretário de Administração Pedro Elias.

É inquestionável a responsabilidade de Teodoro Moreira Lopes pela prática de improbidade administrativa”, diz trecho da ação.

O Ministério Publico Estadual pede a indisponibilidade de bens de Dóia no valor de R$ 412 mil e o pagamento de R$ 206 mil para reparação de danos.

Sobre Giancarlo Castrillon, o promotor Arnaldo Justino da Silva diz que ele também deve ser responsabilizado porque, a despeito de ter sido alertado sobre o superfaturamento do contrato, “permaneceu inerte”.

O Ministério Publico Estadual pediu de Castrillon, a indisponibilidade no valor de R$ 281 mil e pagamento de R$ 140 mil para reparação do dano ao erário.

Dando o que falar

Os carros oficiais disponibilizados pela Mesa Diretora mal foram entregues aos vereadores e já dão o que falar. A denúncia de que um dos carros da Câmara Municipal de Cuiabá a disposição de vereadores estaria sendo usado para transportar eleitores durante eleição de bairros que ocorreu neste domingo, no bairro Pedregal, na Capital.

Um Onix branco placa QCF 2825, o que facilita a apuração pela Mesa Diretora, já que o telefone da Ouvidoria (3617-1571) não atende aos chamados de quem liga.

Emanuel e Mãe Dináh

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), brincou que deve apelar para forças ocultas para tentar entender o que levou a rixa que teve início com o governador Mauro Mendes (DEM).

O gestor da Capital mato-grossense afirmou que pretende até procurar a Mãe Dináh para saber o que fez o governador se comportar desta forma.

Infelizmente, esta consulta o emebista não irá conseguir marcar, já que a vidente morreu em agosto deste ano. Pelo menos por enquanto, o motivo da rusga entre os dois permanece oculto.