Figueirense empata com reservas do Cuiabá

No fechamento da 36.ª e antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, e brigando na sua luta de recuperação e para fugir da Série C, o Figueirense decepcionou a sua torcida ao empatar sem gols contra o time reserva do Cuiabá, neste domingo, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Diante de um Orlando Scarpelli cheio, com 10.483 torcedores, a equipe alvinegra esbarrou na ansiedade em abrir distância do Z4, diante de um Cuiabá reserva por prioridade para as finais da Copa Verde.

Apesar da série invicta de 10 jogos, com sete empates e três vitórias, o time catarinense ainda corre risco de ser rebaixado. O Campeão dos empates, com 18 resultados iguais em 36 rodadas, soma 39 pontos e ocupa a incômoda 16.ª posição.

Preocupado com a finalíssima da Copa Verde e sem chance de brigar pelo acesso, o Cuiabá chegou aos 51 pontos em oitavo lugar. Por isso, o técnico Marcelo Chamusca poupou seus titulares. Nesta quarta-feira vai até o Estádio do Mangueirão, em Belém, para reverter a derrota sofrida em casa para o Paysandu por 1 a 0.

A ansiedade de seus jogadores foi a maior preocupação do técnico Pintado no lado do mandante. Ela atrapalhou porque faltou tranquilidade para tocar a bola, acertar o último passe e finalizar em condições de marcar.

O jogo

Aos oito minutos, o time da casa criou a sua melhor chance, quando o experiente Felipe Marques ajeitou bem e Fellipe Matheus chutou, porém em cima da marcação. A primeira chance do visitante saiu aos 14. Após rápida troca de passes, Alex Ruan lançou Gutiérrez que bateu em diagonal para fora. Fora este susto, o Cuiabá não ameaçou. Mas a torcida se decepcionou com a falta de criatividade e finalização do Figueirense, que desceu para o intervalo sem abrir o placar.

Na volta dos vestiários, o Figueirense voltou com um atacante a mais: Victor Guilherme entrou no lugar do lateral Kauê. A chance de ouro apareceu aos cinco minutos, quando Breno foi lançado nas costas da defesa, driblou o goleiro Victor Souza e no momento da finalização, com o gol vazio, chutou com a canela esquerda. A bola foi para fora.

Depois disso, o Cuiabá acertou dois contra-ataques perigosos e a torcida não perdoou o Figueirense com vaias de irritação. Mas o time da casa foi guerreiro, fez pressão e passou a criar chances. Aos 23 minutos, o zagueiro Pereira apareceu de surpresa e arriscou o chute da intermediária. A bola quicou na frente de Victor Souza, que defendeu em dois tempos.

Aos 30 minutos, quem assustou foi o Cuiabá com um chute de Conrado após rebote da defesa. O goleiro Pegorari espalmou e evitou o pior. O visitante, na verdade, ganhou força ofensiva com as entradas de Felipe Marques e Jefinho. O arqueiro cuiabano voltou a fazer grande defesa aos 37, quando Robertinho chegou perto da área e chutou cruzado. Victor Souza saltou do lado direito e deu um tapinha para escanteio.

Nas últimas duas rodadas, o Figueirense vai pegar o CRB, em Maceió, e depois fechará a temporada em casa diante do Operário-PR.

O Cuiabá vai sair contra o Botafogo-SP e receberá o Vila Nova.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE 0 x 0 CUIABÁ

LOCAL – Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).
ÁRBITRO – Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).
RENDA – R$ 151.078,00.
PÚBLICO – 10.473 torcedores.
CARTÕES AMARELOS – Pereira e Betinho (Figueirense); Jonas, Hélder, Gutiérrez e Djavan (Cuiabá).

FIGUEIRENSE – Pegorari; Kauê (Victor Guilherme), Pereira, Héliton e Conrado; Patrick, Betinho e Fellipe Mateus (Andrigo); Jefferson Renan, Rafael Marques e Breno (Robertinho).
– Técnico: Pintado.

CUIABÁ – Victor Souza; Jonas (Toty), Léo, Hélder e Alex Ruan; Moisés, Djavan e Renan Bressan (Jefinho); Lucas Braga, Josiel e Gutiérrez (Felipe Marques).
– Técnico: Marcelo Chamusca.