Guilherme Maluf: “Vou me dedicar ao Tribunal e fazer valer os votos recebidos”

A eleição da nova diretoria do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE/MT) para presidente, vice-presidente e corregedor-geral para o biênio 2020/2021 ocorreu na manhã desta terça-feira (05), durante a Sessão Ordinária do Tribunal Pleno.

De acordo com o Regimento Interno, a eleição dos dirigentes do Tribunal de Contas do Estado ocorre sempre na primeira sessão plenária de novembro.

Candidato único, o Conselheiro Guilherme Antonio Maluf era o único conselheiro apto a se candidatar à presidência conforme o Regimento Interno da Casa acabou sendo eleito com 7 votos, o motivo dos números de votos, foi um acordo entre os Conselheiros para que os Interinos pudessem participar da votação. Como já ocupa o cargo de presidente da Casa, Campos Neto não pode se candidatar a reeleição ficando como vice-presidente da chapa de Guilherme Maluf, Moisés Maciel ficou como corregedor-geral do TCE.

O novo presidente da Casa, Guilherme Maluf reconheceu que possui uma trajetória mais política do que técnica. Mas garantiu que vai se dedicar ao Tribunal e fazer valer os votos recebidos.

No dia 10 de outubro, uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (AL/MT) para que apenas os Conselheiros titulares pudesse se candidatar e votar nas eleições do TCE.

A alteração do parágrafo , da Proposta de Emenda Constitucional que passou a ter a seguinte redação:

O auditor, quando em substituição a conselheiro, não poderá exercer a presidência e a vice-presidência da Mesa Diretora e terá as mesmas garantias e impedimentos do titular, e, quando no exercício das demais atribuições da judicatura, as de juiz de Entrância Especial”.

Os Conselheiros Interinos são servidores da Casa, e estão no cargo temporariamente substituindo, José Carlos Novelli, Sérgio Ricardo de Almeida, Waldir Júlio Teis, Antônio Joaquim, Valter Albano, que foram afastados por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Os substitutos são: Jaqueline Jacobsen, Isaías Lopes da Cunha, João Camargo, Luiz Carlos Pereira, Moisés Maciel e Ronaldo Ribeiro.