Jogo duro, duríssimo ou será fácil para Emanuel?

Tem jogo e jogo duro em Cuiabá. Há nomes latentes como: Gisela Simona (Prós), Niuam Ribeiro (Podemos), Mauro Carvalho (DEM), Roberto França (sem partido) e Emanuel Pinheiro (MDB), que entrarão em campo para o jogo oficial em 2020.

As eleições em Cuiabá para o próximo ano será no campo de terrão mesmo, sem grama bem cuidada….verdinha…todo o campo bem marcado…Mas vai valer de tudo mesmo, já que é de terrão…dedo no olho, entrada dura, bicuda, gol de canela, pressão da torcida e contestação de resultado e pedido para questionar na Justiça a escalação do jogador do time adversário.

Estes partidos políticos já começaram examinar suas fileiras para definir, a estratégia de composições com vista a eleição em Cuiabá.

Mas não podemos esquecer que: toda estratégia é uma enganação, já que ninguém consegue discutir a estratégia que gera a vitória.

Pois bem, nos bastidores, as possibilidades se multiplicam em meio as conversas iniciadas.

E, entre todas as possibilidades, a mais certa é que o DEM quer vencer a Prefeitura de Cuiabá.

O partido trabalha com dois nomes: o ex-prefeito Roberto França, que atualmente está sem partido e, é um nome que vem sendo cogitado como possível pré-candidato dos Democratas. O apresentador do Resumo do Dia, já declarou que é precoce para falar em pré-candidatura, mas seu nome é a esperança do DEM, mas se bobear ele poderá vestir a camisa do adversário, ser o candidato do PSB, comandado pelo deputado estadual Max Joel Russi.

Outro nome dos Democratas, mas isso é pouco provável, será o então secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho. A verdade é que o ex-PFL e atualmente denominado de DEM, está errando nas eleições em Cuiabá e, há muito tempo, já se passaram 16 anos vindo apenas de carona para os estádios, assistindo apenas de arquibancada.

O Podemos conta com o vice Niuam Ribeiro que, já foi lançado oficialmente com apoio de lideranças nacionais.

Já pelo lado do PT, o deputado Ludio Cabral, defendeu que o partido se junte a outras siglas de centro esquerda e lance uma terceira via para a Prefeitura de Cuiabá.

Um dos políticos que conhece muito bem as estratégias das eleições em Cuiabá, o petista é sabedor que se aproximando das convenções, os partidos, terão que agir e rápido, caso contrário, ficarão somente assistindo na arquibancada a vitória do emedebista Emanuel Pinheiro para mais um mandado de dois anos frente ao Executivo Municipal.

Sim, aqui no Blog do Valdemir, as estratégias políticas são contadas. Emanuel será candidato a reeleição, ainda em dúvidas? Vamos para a estratégia do Emanuel:

– Neste Biênio 2019/ 2020, o prefeito cuiabano vai comandar um grande pacote de obras. No balanço serão centenas de bairros, que pretende asfaltar entre outras obras já anunciadas pelo próprio emedebista.

Tudo isso coloca Emanuel Pinheiro como um grande player no jogo do ano que vem.

Novo jogo

Juan Manuel Fangio, o argentino pentacampeão de Fórmula 1 dizia: ay carreras e carreras. Uma corrida nunca é igual a outra. Vale também para as eleições. Experiência política e partidos consolidados vão pesar muito nas próximas eleições.

A legislação eleitoral mudou. Nesta eleição não vai ter mais coligação entre os partidos para eleger vereadores. Cada legenda terá que colocar o seu time em campo com chapa completa. Poderá haver aliança na majoritária, por exemplo, um partido indicando o prefeito e o outro o vice. Mas só. Todas legendas terão que montar sua barraca na feira, expor as mercadorias e conversarem com os fregueses.

O MDB tem tradição eleitoral em Cuiabá, o PSDB, o PT também. PP e DEM, que um dia foram Arena e PDS, idem. O PSB é ainda uma legenda pequena, mas tem candidato na sigla que pode incomodar.

Nota da redação

Nem sempre o novo é novo mesmo, porém se enganam que a oposição está morta.

Sei que estão questionando…e o PSDB?

Pois bem vamos lá: No ninho tucano, as Executivas Estadual e Municipal estão em rota de colisão, quando o assunto é Eleição de 2020.

Enquanto os integrantes da estadual defendem a todo custo o nome do empresário, Luiz Carlos Nigro, a Executiva Municipal se preocupa, com a construção de uma chapa forte para a disputa a proporcional.