Obras de viadutos: Trechos das Avenidas das Torres e Beira Rio serão bloqueados

No primeiro caso o fluxo será desviado para dentro do bairro Jardim Itália, na Rua Palermo

O viaduto Avenida das Torres terá 200 metros de comprimento, 18 metros de largura, e será levantada no entroncamento com a Avenida Érico Preza (Av. Itália). A obra recebe um investimento de R$ 16.340.726,63 será o primeiro viaduto a ser construído pelo próprio Município.

O viaduto na Avenida Manoel José de Arruda, conhecida como Avenida Beira Rio, levará o nome do ex-prefeito de Várzea Grande e ex-deputado federal por Mato Grosso, Murilo Domingos, falecido em abril deste ano, aos 78 anos. Além da atuação política e também na área comercial, Murilo Domingos exerceu ainda um fundamental papel no campo ambiental.

Em sua trajetória, foi uma das primeiras lideranças políticas a levantar discussões e a promover ações concretas de preservação do Rio Cuiabá. Por meio do seu projeto Salve o peixe, Salve o Rio, ajudou a repovoar o Rio Cuiabá e seus afluentes com a soltura de mais de 5 milhões de filhotes de peixes.

De acordo com estudos de viabilidade realizados para a implantação do viaduto, a intervenção pontual na Beira Rio deve duplicar a capacidade do cruzamento, atendendo de forma direta 9 mil pessoas por hora/pico e, indiretamente, 145 mil habitantes do entorno.

O cruzamento entre a Avenida Itália e Avenida das Torres será bloqueado por agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), a partir desta terça-feira (14). No local serão realizadas escavações que fazem parte da obra do Viaduto José Maria Barbosa – Juca do Guaraná “Pai”.

O diretor de Trânsito da Pasta, Michel Diniz, explica que o fluxo será desviado para dentro do bairro Jardim Itália. Assim os motoristas que utilizam a rota deverão acessar a Rua Palermo para sair na Avenida das Torres, onde farão um retorno e acessarão a Avenida Itália novamente.

O fechamento ocorrerá em frente à Drogasil, sentido Avenida Dante Martins de Oliveira e tem previsão de duração de 15 dias.

Diniz também alerta que, na quarta-feira (15), começa o estrangulamento da Avenida Beira Rio, nas proximidades da Ponte Sérgio Mota, onde terá início a construção do viaduto Murilo Domingos. Para isso uma faixa de cada pista, nos dois sentidos, será fechada. O estacionamento na via também passa a ser proibido durante a intervenção.

Ali os trabalhadores começam o processo de escavação e colocação de estacas. A previsão é de que a medida se estenda por 90 dias após o início da obra. Depois disso haverá trancamento total da Avenida.

Colocaremos faixas aéreas e sinalização na região, além de darmos toda orientação para os motoristas explica Diniz.

As obras

Com prazo de execução é de 360 dias, obras fazem parte do conjunto de intervenções de infraestrutura, visando melhorar a mobilidade urbana.

Os dois viadutos terão 200 metros de extensão e 18 metros de largura. Para isso, estamos investindo o valor total de R$ 30.333.656,42, sendo R$ 16.340.726,63 para o viaduto da Av. das Torres e R$ 13.992.929,79 para o da Beira Rio.