Poxoréu e Barra do Bugres; 234 quilos de pescado e apetrechos são apreendidos pelo Batalhão Ambiental

Equipes do Batalhão de Proteção Ambiental apreendeu nesta quinta-feira (13), 234 quilos de pescado das espécies Jaú e Cachara. Quatro homens foram conduzidos à delegacia por crime ambiental.

Em Poxoréu, conforme o boletim de ocorrência, agentes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) denunciaram que pescadores estariam praticando pesca predatória, na região conhecida como ‘Água Emendadas’, no distrito de Jarudore.

Foram montadas duas barreiras na região. Em uma delas, um veículo Fiat Strada branco, com cinco homens recebeu ordem de parada, mas não obedeceu. Foi iniciado o acompanhamento pela MT-130, quando dois homens que estavam na carroceria do veículo, pularam e fugiram por uma região de mata fechada. Ainda em alta velocidade, já próximo da cidade de Poxoréu o motorista parou no acostamento.

Dentro do veículo estavam 31 quilos de pintado e 48 quilos de Jaú, e várias peças fora da medida mínima exigida por lei, além de uma rede de arrasto de 25 metros, caracterizando crime ambiental.

Já em Barra do Bugres, os policiais estavam em ronda quando solicitaram ordem de parada para o motorista que conduzia o veículo VW Gol. Dentro do carro estavam 34 peixes da espécie Cachara, 155 quilos. Consta na narrativa do BO, que o valor do pescado seria cerca de R$ 18 mil.

Nas duas ocorrências, o pescado foi doado a uma instituição, conforme recibo entregue nas delegacias das cidades. A rede de arrasto foi descaracterizada.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939.

Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.