Sinop sediou o XIV Encontro Regional de Conselhos de Educação de Mato Grosso

Aconteceu nos dias 05 e 06 de junho na Universidade do Estado de mato Grosso (Unemat), campus de Sinop o XIV ENCONTRO ESTADUAL DOS CONSELHOS DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO – BNCC – EXPERIÊNCIAS E DESAFIOS NA CONSTRUÇÃO DOS  PPPs APÓS HOMOLOGAÇÃO DO DRC/MT.

O evento foi coordenado pelo Prof. Edemar Jorge Kamchen, Presidente do Conselho Municipal de Educação de Sinop e Coordenador Estadual da UNCME (União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação de Mato Grosso).

Na oportunidade foi eleita a nova diretoria para a Gestão 2020/2023. A composição terá Edemar Jorge Kamchen, de Sinop, na coordenadoria, Eva de Paula Vieira Santos, de Várzea Grande, na vice-coordenadoria, Tânia Aparecida Nunes Ribeiro, de Sinop, na secretaria executiva, e Michelene Rufino Araújo de Britto, de Lucas do Rio Verde, na diretoria administrativo-financeira.

Com o tema Base Nacional Comum Curricular – Experiências e Desafios na Construção dos Projetos Políticos Pedagógicos após homologação do Documento de Referência Curricular/MT, o encontro reuniu mesas redondas e debates sobre o assunto. Além de representantes dos Conselhos Municipais de Educação, o evento reuniu ainda membros dos conselhos municipais de Alimentação Escolar e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb).

Silvio Fidelis, secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande e presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação de Mato Grosso (Undime/ MT), esteve acompanhado da presidente do Conselho Municipal de Educação, Eva de Paulo Vieira Santos.

Com o tema:Base Nacional Comum Curricular Experiências e desafios na construção dos Projetos Políticos Pedagógicos”, após homologação do Documento de Referência Curricular (DRC/MT), o encontro foi promovido pela União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Conselhos Estaduais de Educação (CEE), Secretaria de Educação de Sinop, Undime/MT, Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de MT (Sintep), e Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), debateu a implementação do Documento Referência Curricular (DRC/MT) nas unidades educacionais de Mato Grosso.

Após a homologação do Documento de Referência Curricular, em 2018, as políticas educacionais estão voltadas para a sua implementação, por meio do Projeto Político Pedagógico (PPP) de cada unidade escolar e da formação continuada dos profissionais da educação infantil e ensino fundamental, além do fortalecimento do regime de colaboração.

O secretário Silvio Fidelis destacou que o documento referência já foi discutido com todos os municípios e socializado nas unidades educacionais, com a participação da comunidade. Agora, segue para a etapa de implementação, com a formação dos profissionais da educação e dos redatores das áreas específicas para que possam, de forma objetiva, uma melhor apropriação, discutir e formalizar a organização do projeto político pedagógico nas escolas.

A BNCC e o documento referência que vêm trazendo a tecnologia educacional como foco para a melhoria do processo ensino-aprendizagem, como também vêm discutindo a grande importância da alfabetização e do letramento. Precisamos garantir essa alfabetização e esse letramento na idade certa e outras ações desenvolvidas pelas próprias unidades educacionais para que a educação básica seja fortalecida nos município e no estado”, declarou Silvio Fidelis.

A presidente do Conselho Municipal de Educação de Várzea Grande, Eva de Paulo Vieira, que na oportunidade foi eleita Vice Coordenadora da UNCME para o Biênio 2019/2020, disse que o encontro foi um momento importante para discutir melhorias para a educação de Mato Grosso, bem como o regime de colaboração e divulgar algumas experiências exitosas que são executadas pelos conselhos municipais de educação de Mato Grosso em relação à BNCC.

Esperamos o fortalecimento dos municípios para a normatização da base curricular numa perspectiva de garantir a aprendizagem de nossos alunos”, destacou.

A Base deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das unidades federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de educação infantil, ensinos fundamental e médio, em todo o Brasil.

A Base estabelece conhecimentos, competências e habilidades que se espera que todos os estudantes desenvolvam ao longo da escolaridade básica. Orientada pelos princípios éticos, políticos e estéticos traçados pelas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica, a Base soma-se aos propósitos que direcionam a educação brasileira para a formação humana integral e para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva”, concluiu o secretário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *